Rio ficará com 75% do aparato de segurança do Pan, diz Lula

Para o presidente, jogos dão credibilidade para o Brasil abrigar Copa do Mundo e Olimpíadas

30 de julho de 2007 | 07h55

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço sobre os 17 dias dos Jogos Pan-Americanos, ocorridos no Rio, em seu programa semanal de rádio Café com o Presidente. O governo federal investiu mais de R$ 560 milhões em segurança e, segundo o presidente, "75% disso tudo vai ficar no Rio de Janeiro", como esquema de inteligência, aviões e carros.  Veja também: Café com o PresidenteOlimpíada, sonho ainda distante  Para analistas, segurança no Pan favoreceu Olimpíada em 2016Após Pan, entidades defendem idéia de legado social para jogos Para Lula, "valeu a pena gastar" com a instalação dos centros esportivos e mostrar que o Brasil tem capacidade para abrigar uma Copa do Mundo ou uma Olimpíadas. "Agora é importante que a gente veja também a organização, a segurança, a participação dos agentes comunitários, a participação da comunidade". Lula disse que, durante os jogos, houve menos assaltos e roubos no Rio. Lula disse que, além da Polícia Federal e polícias do Rio, participaram da segurança quase 10,5 mil jovens, de mais de 116 comunidades. "O Rio de Janeiro já ganhou a medalha de ouro pela organização (...) e vai ganhar agora a segunda medalha de ouro que é ficando com quase com todo aparato (de segurança)", disse o presidente.  Quando perguntado se as construções para o Pan não cairiam em desuso ou em más condições, Lula disse que perguntou a mesma coisa ao ministro dos Esportes, Orlando Silva, e ao presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman. O presidente disse ser necessário criar condições administrativas para que as instalações físicas permaneçam bem conservadas.  "Uma praça esportiva só é boa quando as pessoas utilizam, quando ela serve para atender aos interesses não apenas dos atletas profissionais, daqueles que disputam medalhas, mas, sobretudo, como fazer para a comunidade utilizar aquilo de segunda a domingo ou de domingo a domingo".  "O Brasil está longe ainda de ser uma potência olímpica, até porque durante muitas décadas o esporte não foi levado muito a sério como política de Estado", disse Lula, acrescentando que o País caminha para o desenvolvimento dos esportes.  O Brasil bateu recorde no quadro de medalhas em jogos Pan-Americanos. Foram 54 medalhas de ouro, 40 de prata e 67 de bronze.   

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.