Rio entregará imóveis do 'Minha Casa Minha Vida' com eletrodomésticos

Prefeito informou que há uma licitação por registro de preços em andamento, mas não divulgou valor do investimento

Heloisa Aruth Sturm, O Estado de S. Paulo

04 de dezembro de 2012 | 18h41

RIO - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), anunciou nesta terça-feira, 4, que os novos imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida no Rio de Janeiro serão entregues mobiliados e com eletrodomésticos da linha branca. O anúncio foi feito durante a entrega de 248 imóveis do programa no condomínio Mangueira II, na zona norte do Rio. O prefeito informou que há uma licitação por registro de preços em andamento, mas não divulgou o valor do investimento.

"Vai ter sempre alguém para dizer que isso é demagogia. Mas não é. É dar condições para que essas pessoas possam construir sua vida com dignidade e ter as oportunidades que todo brasileiro merece ter", disse o prefeito durante o evento realizado em conjunto com outros municípios brasileiros, que celebrou a marca de um milhão de unidades habitacionais construídas pelo programa do governo federal.

De acordo com o Ministério das Cidades, o governo federal investiu, somente neste ano, R$ 16 bilhões no programa. O valor corresponde a 0,8% do PIB nacional. As obras representam 31% de todo o investimento no setor da construção civil, tendo gerado 1,4 milhão de empregos diretos e indiretos. Dentro do programa, o Rio de Janeiro é o município com a maior produção de unidades habitacionais para famílias com renda de até R$ 1,6 mil. No total, são 55 mil unidades contratadas na cidade, das quais 22,3 mil para famílias nessa faixa de rendimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.