Rio comemora Dia Mundial sem Tabaco

O Dia Mundial sem Tabaco foi comemorado hoje no Rio com uma série de atividades que incluíram a utilização de uma boneca para explicar os efeitos do fumo sobre o organismo, brincadeiras com crianças e a distribuição de material informativo, promovidas pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), na Praça da Cruz Vermelha, no Centro. De acordo com a entidade, o tabagismo é um dos principais agentes causadores da doença no Brasil, que deve registrar 337.535 novos casos em 2002.Durante o evento, volutários do Inca explicaram aos participantes os males causados pelo tabagismo, enquanto as crianças se divertiam em brincadeiras interativas e educativas. Somente no Brasil, de acordo com a instituição, o tabagismo é o responsável por cerca de 90% dos tumores de pulmão, 60% dos tumores de cavidade oral, além de 60% dos tumores de esôfago. Neste ano, a previsão é a de que o câncer provoque um total de 122.600 mortes. Destas, o tumor pulmonar será o responsável por 13,01% dos casos.Com o objetivo de conscientizar principalmente jovens e crianças, a Organização Mundial de Sáude (OMS) aproveitou a realização da Copa do Mundo e escolheu o esporte como tema: "Esporte Livre do Tabaco". Já o lema, "Jogue Limpo" tem por objetivo mostrar que o esporte não deve ser associado ao tabagismo, como propagavam as principais peças publicitárias das indústrias de cigarro.A adesão da Fifa (entidade máxima do futebol), que proibiu a venda e o consumo de cigarros nos estádios onde estão sendo realizados as partidas do Mundial, foi comemorada como uma das mais importantes conquistas da campanha. O próximo evento será a comemoração do Dia Nacional de Combate ao Fumo, no dia 29 de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.