Rio assina convênio de assistência a portadores de HIV

A secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) assinaram nesta quinta-feira o convênio Saúde e prisão: barreiras ao acesso às ações de prevenção e assistência à infecção pelo HIV/Aids e tuberculose.O programa tem financiamento aprovado de R$ 119 mil, divididos entre instituições brasileiras e francesas, e inclui um estudo qualitativo em cinco unidades do sistema penitenciário fluminense. Paralelamente, a Superintendência de Saúde da Seap e a Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp), unidade ligada à Fiocruz, estabeleceram um programa de capacitação para o tratamento dessas doenças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.