Rigotto reitera que PMDB deveria ter candidatura própria

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), reiterou que sempre foi defensor da candidatura de seu partido à Presidência da República e continuará respaldando a mesma proposta, ao ser perguntado se o crescimento do pré-candidato Anthony Garotinho na pesquisa Datafolha consolidaria a disputa com nome próprio no PMDB. "A candidatura própria é algo que defendo e continuarei defendendo", respondeu Rigotto, após participar de evento no Palácio Piratini, sede do governo estadual.Rigotto reiterou que o PMDB precisa ter uma bandeira própria. "A candidatura foi definida e deverá ser mantida", resumiu o governador gaúcho, que disputou contra Garotinho, em março, a indicação de seu partido para concorrer à Presidência. Na pesquisa mais recente, Garotinho aparece com 15% das intenções de voto, ante 12% do resultado que havia recebido na rodada anterior, em março. Rigotto participou, no final da manhã, do lançamento de um projeto de geração de energia por biomassa (casca de arroz), que será financiado em parte pela Caixa -RS, banco de fomento do Estado, com recursos captados no BNDES.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.