Rigotto defende mudança no pagamento da dívida dos Estados

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, voltou a defender hoje, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, a revisão dos critérios para o pagamento da dívida dos Estados com a União. Rigotto afirmou que o volume dos repasses para a União tem aumentado sem que os governos estaduais consigam reduzir a dívida. Para o governador, o aumento das despesas com o pagamento da dívida é agravado pela redução dos repasses federais para os Estados. Ele criticou as mudanças constitucionais feitas na última década e no atual governo que levaram ao aumento da arrecadação das contribuições sociais, que não são compartilhadas com os Estados, e à redução da receita do IPI, que tem parcela destinada ao Fundo de Participação dos Estados.Rigotto defendeu a aprovação da reforma tributária que está na Câmara que prevê a unificação da legislação do ICMS em todo o País. O governador participa de uma audiência pública na subcomissão que trata da dívida pública dos Estados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.