Rigor com campanhas teve apoio da sociedade, diz Toffoli

Durante sessão plenária desta terça-feira (21), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, afirmou que a repercussão positiva da decisão da Corte de ser mais rigorosa com as campanhas eleitorais foi "quase unânime" com a "ampla maioria" dos meios de comunicação e da sociedade. "Recebemos o feedback de apoio à decisão tomada pela Corte", disse o ministro.

BEATRIZ BULLA, Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 23h33

A defesa de Toffoli veio após críticas realizadas pelo procurador-geral da República e eleitoral, Rodrigo Janot. O entendimento do PGR é de que a mudança na jurisprudência no meio do processo eleitoral "desatende" a Constituição e gera insegurança. Janot chegou a falar em um "caminho perigoso" traçado pelo TSE.

Após a segunda intervenção de Janot crítica à decisão da Corte, Toffoli aproveitou momento de votação para defender a alteração na orientação do tribunal: "Estava parecendo partida de futebol. O torcedor briga dentro do campo e a torcida se sente liberada a brigar".

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesTSEcampanhaToffoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.