Richa diz ser a solução; Vanhoni a mudança

Os coordenadores das duas campanhas à Prefeitura de Curitiba colocaram as cartas na mesa já no primeiro programa do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão. Beto Richa (PSDB), que terminou o primeiro turno com 35,06% dos votos, apresentou-se como "solução" e acentuou que é candidato "independente". Afinal, ele já previa o que viria logo a seguir, no programa de Ângelo Vanhoni (PT), que teve 31,18% dos votos. O candidato petista foi apresentado como "mudança de verdade" e registrou que Richa é o atual vice-prefeito, representando o "continuísmo". O tucano disse que está enfrentando uma "campanha milionária" e reclamou do que chamou de "vale-tudo". "Agora é agressão todo dia", afirmou. Na televisão, ele procurou mostrar intimidade com os curitibanos, apresentando imagens de suas visitas a bairros e a promessa de que não será "prefeito de gabinete". "Vou estar presente nos bairros", garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.