Rezek diz que deve a Figueiredo sua indicação ao STF

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Francisco Rezek, advogado do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), disse que deve sua nomeação para a corte ao ex-presidente João Figueiredo (1979-1985) e não a José Sarney (PMDB-AP). Ele assumiu o cargo em 1983, dois anos antes de Sarney chegar à Presidência.

AE, Agencia Estado

06 de abril de 2009 | 08h52

Numa carta enviada a Rezek, Sarney passou-lhe um pito. Disse que a indicação foi sua, na condição de presidente da Arena. Na defesa de Lago, Rezek acusou o clã Sarney de tentar ?dar um golpe de Estado pela via judiciária?. Rezek contou que recebeu a carta e a ignorou, "por considerar que não parecia ter sido escrita por um integrante da Academia Brasileira de Letras". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
STFRezekFigueiredo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.