Revogada liminar que permitia 119 advogados na Câmara

O ministro Carlos Velloso, do Supremo Tribunal Federal, revogou liminar que tinha concedido, hoje de manhã, permitindo o ingresso de 119 advogados trabalhistas nos recintos abertos ao público, na Câmara dos Deputados, durante a votação do projeto que flexibiliza a legislação trabalhista. Velloso tomou a decisão após receber um telefonema do presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG), em que este lhe informou que o acesso do público às galerias do plenário daquela casa foi restringido por motivos de segurança. Diante disso, o ministro admitiu que a manutenção da liminar atentava contra uma das ressalvas feitas em seu despacho. Nele, Velloso afirmava que o acesso estava garantido, desde que não comprometesse a segurança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.