Revista recolhe anúncio de entrevista com Pimentel

O diretor executivo da revista mineira Impactto, Ruan Carlos Moreira, afirmou há pouco que o material de anúncio da reportagem de capa da publicação de março, na qual traz entrevista com o pré-candidato do PT ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel, já está sendo retirado das ruas da capital mineira. A revista atende a uma notificação do cartório eleitoral de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, que, segundo Moreira, entendeu que a publicação estaria fazendo propaganda eleitoral antecipada. "Por precaução, também pedi à empresa responsável pela publicidade para recolher as placas distribuídas em outras partes de BH, além das propagandas colocadas em ônibus da região", contou.

MARIA REGINA SILVA, Agência Estado

12 de abril de 2014 | 18h42

O diretor da Impactto afirmou ao Broadcast Político que não tem nenhuma ligação com qualquer partido político e que a intenção da reportagem tem caráter somente informativo, e não de promover o entrevistado. "Queremos atrair leitores para a revista", disse, ao referir-se à publicação que é distribuída gratuitamente a cada bimestre no Vetor Norte da Grande Belo Horizonte, que engloba cidades como Lagoa Santa, Vespasiano, Pedro Leopoldo, Santa Luzia e Ribeirão das Neves.

Moreira conta que já entrevistou políticos do atual governo mineiro, comandado pelo PSDB, mas que a entrevista com Pimentel foi a primeira com um político da oposição. "Fizemos outras (capas) com o núcleo do governo de Minas e nada aconteceu, pois queremos apenas entrevistar os pré-candidatos à eleição deste ano. O primeiro foi o senador Aécio Neves (pré-candidato tucano à Presidência da República) e repercutiu muito bem, o que aumentou a procura por anúncios. Agora, com a oposição, foi a primeira vez. Acho que o PSDB não ficou feliz com a repercussão. O objetivo não é esse (de promover o candidato)", reforçou.

O pedido para a retirada do material com a entrevista de Pimentel foi feito pelo PSDB à Justiça Eleitoral. De acordo com o partido, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais deu um prazo de 48 horas para que a revista retire a propaganda estampada em outdoors e ônibus de Belo Horizonte. Isso porque a capa da revista traz uma foto do petista com a seguinte frase: "Pimentel quer o seu voto!"

A despeito da Justiça considerar que o título sinaliza propaganda antecipada, portanto, irregular, já que o prazo para os candidatos iniciarem a propaganda começa valer a partir do dia 5 de julho, Moreira argumenta que a chamada não tem esse intuito. "A reportagem tenta fazer um questionamento acerca do potencial candidato. Agora, se o eleitor dará seu voto a ele ou não, não sabemos", frisou.

Na edição de julho/agosto do ano passado, a Impactto trouxe na capa uma foto do senador tucano de Minas Gerais Aécio Neves, na qual o título era "Aécio convoca seu time". Naquela ocasião, disse, também foi feito anúncio pela cidade de BH. "Ninguém me pediu para retirar a propaganda", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
PIMENTELELEIÇÕESPROPAGANDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.