Revista coloca Dilma, Haddad e Guerra em ranking dos 500 mais poderosos

'Foreign Policy' destaca personalidades da política, economia e religião em lista, que traz onze nomes brasileiros

O Estado de S.Paulo

30 Abril 2013 | 18h23

Ranking feito pela revista americana "Foreign Policy" destacou onze brasileiros entre as 500 pessoas mais poderosas do mundo. A presidente Dilma Rousseff foi uma das personalidades listadas.

 

Segundo a publicação, o mapa foi elaborado com base em rankings já feitos por outras revistas e institutos de pesquisa. Foram destacados políticos, empresários e líderes religiosos. Na relação, a revista usou ícones para simbolizar a área de atuação e o tipo de influência das personalidades. Algumas delas foram identificadas como "más", a exemplo de Bashar al-Assad, presidente da Síria, e Ayman al-Zawahiri, líder da Al Qaeda.

 

Veja os onze brasileiros do ranking:

- Alexandre Tombini, presidente do Banco Central

- Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores

- Celso Amorim, ministro da Defesa

- Dilma Rousseff, presidente da República

- Fernando Haddad, prefeito de São Paulo

- Guido Mantega, ministro da Fazenda

- Joseph Safra, dono do banco Safra

- Maria das Graças Silva Foster, presidente da Petrobrás

- Ricardo Paes de Barros, secretário de Ações Estratégicas da SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos)

- Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB e deputado federal

- Vagner Freitas, presidente nacional da CUT (Central Única dos Trabalhadores)

 

Mais conteúdo sobre:
Foreign Policy 500 poderosos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.