Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Revisor condena Romeu Queiroz por corrupção

O ministro revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, condenou o ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) por corrupção passiva e absolveu da acusação de lavagem de dinheiro. O relator, Joaquim Barbosa, tinha condenado o ex-deputado pelos dois crimes.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

26 de setembro de 2012 | 19h52

Lewandowski afirmou estar configurado o recebimento de vantagem indevida pelo ex-parlamentar. "Estou concordando com o relator na parte relativa à corrupção passiva. Como puderam verificar, a implicação de Romeu Queiroz é evidente, ele pede dinheiro e é o articulador de repasse entre o partido e terceiros".

O revisor reiterou seu entendimento de que não há o crime de lavagem porque o recebimento foi uma consequência da corrupção passiva. Para ele, o fato de o réu ter se valido de intermediário para o recebimento é apenas um modo de receber propina, típica do crime de corrupção.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãojulgamentoRomeu Queiroz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.