Reunião do Conselho é suspensa para discurso de Sarney

Encontro chegou a ser aberto por Paulo Duque, mas só deve ser retomado após fim do pronunciamento

Eugênia Lopes, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2009 | 15h41

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), suspendeu na tarde desta quarta-feira, 5, a reunião do Conselho em que seriam examinadas representações contra o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP).

 

Veja também:

linkGilmar Mendes defende solução política para crise

linkAcompanhe ao vivo o discurso de Sarney

video O bate boca entre Renan Calheiros e Pedro Simon

video Fernando Collor manda Pedro Simon engolir o que disse

especialNas páginas do Estadão, a luta contra a censura

 

A reunião chegou a ser aberta, mas Duque decidiu suspendê-la para que os senadores pudessem assistir ao pronunciamento de José Sarney no plenário do Senado. A reunião deve ser retomada ainda esta tarde.

 

O que prevalecia entre os senadores era que ainda nesta quinta-feira, Paulo Duque, presidente do Conselho de Ética, arquivasse cinco representações: as três apresentadas pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM)e as do PSOL contra Sarney e o atual líder do PMDB, Renan Calheiros (AL).

 

Segundo fonte consultada pela Agência Estado, a informação que chegou ao presidente Lula é um pouco diferente: mesmo que o Conselho volte a se reunir ainda nesta quinta-feira, as decisões sobre Sarney serão "jogadas" para a semana que vem.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.