Restaurante desculpa-se por impedir casal de comer mais

Isabelle Leota, 29 anos, e seu marido, Sui Amaama, 26, fazem a dieta do Doutor Atikins, que controla os carboidratos consumidos mas libera as proteínas e, portanto, para eles nada mais natural que voltar pela 12ª vez ao bufê do restaurante Chuck-A-Rama para servir-se de rosbife. O gerente, obviamente, não pensava assim e seguiu-se um bafafá tão grande que, hoje, a rede de restaurantes veio a público pedir desculpas aos dois.Tudo aconteceu dia 20, quando Isabelle e Sui jantavam no Chuck-A-Rama do subúrbio de Taylorsville. O gerente da casa disse a Sui que ele fora cortado da fila do rosbife por estar-se servindo da 12ª fatia. Quando o casal recusou-se a sair, a menos que recebesse seu dinheiro de volta, ele chamou a polícia para levá-los.O caso foi parar na justiça. Isabelle explicou que, como ela e o marido faziam a dieta de Atkins, comiam nesse restaurante duas vezes por semana exatamente pela possibilidade de servir-se fartamente da carne. O casal de West Valley City afirmou que sentiu-se embaraçado e tratado descortesmente principalmente porque o bufê era do tipo coma-quanto-quiser.Apesar de a direção da rede vir a público pedir desculpas, seu principal executivo, Duane Moss, reiterou que o estilo bufê significa ?self-service?, ou sirva-se você mesmo, e não ?coma-quanto-puder?. E acrescentou que a empresa está ?em processo de definir um sistema pelo qual possamos comunicar aos nossos clientes a diferença, para que nosso estilo seja melhor compreendido?.O empresário agendou um encontro com o casal e seu advogado para ontem à noite, mas eles não apareceram, segundo um porta-voz da rede. A empresa continua pretendendo encontrá-los hoje.A Chuck-A-Rama está oferecendo ao casal um presente, cujo valor não foi revelado.?Gostaria de trocar um aperto de mão com eles, convidando-os a voltar como convidados especiais e espero que o caso esteja superado?, disse Moss.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.