Responsável pela P-36 depõe quinta-feira

O depoimento do gerente geral da Petrobras na Bacia de Campos, Carlos Eduardo Bellot, será tomado pela Polícia Civil em Macaé, na próxima quinta-feira, às 11 horas. Também vão depor neste dia os coordenadores da P-36 em mar, Hélio Galvão e Paulo Antônio Vianna, e o gerente da plataforma em terra, Claronildo Covas dos Santos. O delegado titular de Macaé, Antônio Carlos Carvalho, conta que enviou a intimação para a Petrobras ontem, estabelecendo a data de hoje para os depoimentos. No fim da tarde, no entanto, a empresa enviou um ofício à delegacia pedindo que os depoimentos fossem adiados."A empresa alegou que Bellot estaria viajando e que, como os outros engenheiros não moram em Macaé, não teria tempo hábil para notificá-los", disse o delegado. Carvalho explica que normalmente a Polícia é "flexível" no que diz respeito a pedido de adiamento de depoimento. "Pedir o adiamento pela segunda vez é que poderia ser considerado de má fé", avalia o policial. "Nestes casos de grande repercussão é normal que as empresas peçam adiamentos, pois às vezes o depoente ainda precisa de alguma preparação para depor", disse.Embora tenha dito, durante a semana passada, que o depoimento de Bellot seria essencial para estabelecer uma linha para as investigações, o delegado declarou que o não comparecimento do engenheiro não interrompe o inquérito. "Amanhã vou ouvir o presidente do Sindpetro, Fernando Carvalho, e um representante da Associação dos Engenheiros da Petrobras", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.