Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

'Respeito autonomia dos partidos', diz Kassab sobre PDT

Partido decidiu deixar cargos na Prefeitura pois terá candidato próprio nas eleições municipais de 2008

Carolina Freitas, da AE

26 de fevereiro de 2008 | 16h48

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), disse nesta terça-feira, 26, não temer um desmanche da Prefeitura com a saída de integrantes de partidos aliados para disputar as eleições municipais deste ano. Na segunda, a Executiva estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT) deu prazo até 10 de março para que filiados da legenda entreguem os cargos sob seu comando na capital paulista. "Ficaria muito contente se eles ficassem, mas respeito a autonomia dos partidos." O partido comanda a Secretaria do Trabalho, com Geraldo Vinholi, e a Subprefeitura do Itaim Paulista, na zona leste da cidade, a cargo de Diógenes Sandim. "Secretário e subprefeito prestam um excelente trabalho à administração", afirmou Kassab durante o lançamento do Escritório de Inclusão Social (EIS) do Pari, na Mooca, zona leste da Cidade. O PDT tomou a decisão de deixar os cargos pois terá candidato próprio para a Prefeitura nas próximas eleições, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho. Segundo a legenda, são cerca de dez cargos a serem entregues na administração paulistana.

Tudo o que sabemos sobre:
PDTGilberto Kassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.