André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Requião desiste de candidatura no Senado após acordo com Eunício

Senador disse que candidato apoiado pela bancada do PMDB se comprometeu com propostas apresentadas por ele

Julia Lindner e Isabela Bonfim, O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2017 | 18h28

Brasília - O senador Roberto Requião (PMDB-PR) desistiu de se candidatar à presidência do Senado após firmar um acordo com o candidato apoiado pela bancada do PMDB, Eunício Oliveira (CE). Segundo Requião, Eunício se comprometeu com uma série de propostas apresentadas por ele pela "democratização" de procedimentos da Casa.

"No Senado, tradicionalmente quem ganha eleição para presidente é o candidato do presidente da República", afirmou, dizendo que só se candidataria se Eunício não aceitasse as suas sugestões. Entre as propostas está o fim de comissões especiais que têm o poder de adotar decisões terminativas que não são submetidas ao plenário.

Ele criticou, especificamente, a decisão no projeto que resultou em uma doação de R$ 100 bilhões em patrimônio público para empresas de telefonia. Requião também sugeriu que os presidentes das comissões não possam indicar os relatores das matérias apreciadas, o que passaria a ser definido de forma aleatória, por meio de sorteio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.