''Repressão foi fortíssima'', afirma o governador Serra

O governador José Serra (PSDB), que era presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) nos anos 60, também sofreu os rigores do AI-5, embora não estivesse no Brasil no período. Serra estava exilado em Santiago, no Chile, que vivia a experiência de um governo socialista sob Salvador Allende."Foi a Maria da Conceição Tavares que me avisou, em Santiago, da decretação do AI-5. Ficou claro que meus planos de volta teriam que ficar para o longo prazo", afirmou o governador, que ontem, na Secretaria da Fazenda, anunciou medidas para enfrentar a crise econômica.As notícias, de acordo com ele, eram as piores possíveis. "A repressão foi fortíssima e dizimou muitas lideranças de esquerda. Foi um dos piores episódios da história brasileira", disse Serra, ao referir-se ao período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.