Renúncia de distritais flagrados em vídeos é dada como certa

Leonardo Prudente, Eurides Brito e Júnior Brunelli respondem a processo disciplinar na Câmara do DF

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo,

25 de fevereiro de 2010 | 17h00

Para escapar da cassação, já é dada como certa a renúncia dos deputados distritais Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM), Eurides Brito (PMDB) e Júnior Brunelli (PSC), que respondem na Câmara Legislativa do Distrito Federal a processo disciplinar.

 

Veja também:

linkComissão pode aprovar cassação de deputados

linkArruda pede que Supremo adie julgamento

linkSTF não descarta hipótese de intervenção

linkBlog do Bosco: Operação Abafa no Distrito Federal

especialEntenda a operação Caixa de Pandora

 

Os três estão nas imagens mais fortes dos vídeos de Durval Barbosa. O primeiro, colocando dinheiro nas meias; a segunda, na bolsa; o terceiro nos bolsos. Brunelli e Prudente ainda aparecem rezando e pedindo a Deus por Durval, o algoz de ambos.

 

Se os deputados renunciarem aos mandatos antes de serem notificados sobre o processo pelos relatores, a ação é arquivada. Após a notificação, mesmo que renunciem, não ficarão livres de, ao final do processo, terem a inelegibilidade de oito anos decretada pela Câmara Distrital. Por isso, fontes em Brasília consideram como certo o pedido de renúncia dos três.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.