Renúncia coletiva deixa Aliança-PE sem prefeito

Numa situação inusitada, o município de Aliança, na zona da mata pernambucana, amanheceu hoje sem prefeito. Para não ser cassado, o prefeito da cidade, Carlos Freitas (PSDB), renunciou ao cargo na noite de ontem no que foi seguido pelo vice-prefeito, Pedro Cavalcante (DEM). A presidente da Câmara de Vereadores, Ana Maria Freitas (PSDB), irmã do prefeito, que deveria assumir o cargo, também renunciou ao mandato.O primeiro secretário da Câmara, Assuero Vasconcelos Arruda (PSDB), deve assumir hoje o cargo pelo período de 30 dias, quando um novo presidente da Câmara deverá ser eleito e assumir o cargo de prefeito interino. Freitas, o seu vice e a presidente da Câmara são acusados de uso indevido do poder público e abuso de autoridade nas eleições de 2004. Denunciados pelo Ministério Público, os processos se encontram no Superior Tribunal Federal (STF).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.