Renan substituirá Lula na Presidência a partir de quinta

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), assume nesta quinta-feira, a partir das 8 horas da manhã, a Presidência da República em substituição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informou a Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto.A notícia oficial causou surpresa, já que, durante o dia, havia circulado a versão - não desmentida pelo Planalto - de que, com a viagem do presidente Lula a Puerto Iguazú (Argentina), pela primeira vez uma mulher, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, assumiria a presidência, já que Calheiros mais o presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP) e o vice-presidente da República, José Alencar, acompanhariam Lula.Pela manhã, Ellen Gracie chegou a comentar o ineditismo e a importância do fato de uma mulher assumir o cargo pela primeira vez no País. Em Puerto Iguazú, Lula discutirá com os presidentes Néstor Kirchner (Argentina), Hugo Chávez (Venezuela) e Evo Morales (Bolívia) a decisão deste último de nacionalizar as operações de gás e petróleo bolivianas. Em Brasília, Calheiros foi recebido por Lula hoje à noite, antes do anúncio da Secretaria de Imprensa.A transmissão do cargo de Lula para o senador será feita na Base Aérea de Brasília, antes do embarque do presidente. Calheiros ficará no cargo por cerca de dez horas. O que se comentava é que ele, o presidente da Câmara e o vice-presidente da Câmara viajariam também à Argentina justamente para não assumir o cargo de presidente da República, porque isso lhes tiraria o direito de se candidatarem na próxima eleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.