Renan: 'Perícia sustenta o que digo desde o início'

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), fez um discurso no plenário da Casa em que enumerou os pontos que lhe são favoráveis no laudo pericial feito pela Polícia Federal nos documentos apresentados por ele ao Conselho de Ética. Renan enviou os documentos para tentar provar que obteve R$ 1,9 milhão com venda de gado de suas fazendas nos últimos quatro anos. Calheiros informou que teve acesso a uma cópia do laudo e que a perícia da PF "sustenta as afirmações" que ele vem fazendo "desde o início deste doloroso processo."Calheiros disse que ficou claro que todos os documentos contábeis que apresentou são autênticos, que o gado foi vendido a preço de mercado e que o dinheiro das vendas foi deposito na sua conta bancária. Por fim, mencionou o "clima de cordialidade" em que estaria vivendo o Senado neste momento e anunciou que está à disposição dos três relatores do primeiro processo aberto contra ele no Conselho de Ética do Senado para dar esclarecimentos, amanhã, às 18 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.