Renan pede para fazer anúncio pela TV Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros, chegou há pouco em seu gabinete no Senado e pediu um "link" da TV Senado para, provavelmente, apresentar um desfecho para a crise. É esperado um pedido de licença da Presidência da Casa por 120 dias ou até mesmo a renúncia. Renan passou o dia em casa aconselhando-se com aliados entre os quais os senadores, José Sarney, Wellington Salgado e Edson Lobão. Conversou também com o seu mais importante aliado político em Alagoas, o governador Teotônio Villela Filho. E por último, com o irmão, deputado Olavo Calheiros, com quem partilhou os últimos momentos antes da decisão final. Há comentários de que esses aliados o aconselharam a se licenciar do cargo como uma saída digna possível diante da grave crise instalada sobre a sua permanência no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.