Renan pede a Lula que retome acordo de incentivo a esporte

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), falou nesta quinta-feira por telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tentativa de retomar o acordo selado no Senado e quebrado quarta à noite pela Câmara, na emenda que trata medidas de incentivo ao esporte e à cultura. Renan telefonou ao presidente, sentado à Mesa diretora do Senado, durante a sessão de debates que discutia a quebra do acordo. Diante dos protestos generalizados e dos apelos para que o presidente Lula retome o texto acordado com personalidades do esporte e da cultura, Renan informou o presidente que senadores de todos os partidos contam com ele para solucionar o impasse. A idéia defendida pela líder do PT, Ideli Salvatti, pelo líder do governo Romero Jucá (PMDB-RR) e também pelos senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e Cristovam Buarque (PDT-DF) é de que o Planalto vete a mudança no texto feita pela Câmara e edite uma medida provisória retomando o acerto pelo qual os doadores e patrocinadores de espetáculos culturais e de atividades esportivas possam deduzir as doações do imposto de renda devido no limite de até 4%.

Agencia Estado,

21 Dezembro 2006 | 13h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.