Renan não vai a sua festa de aniversário com romeiros em AL

Adversários e aliados se hostilizaram no interior de Alagoas nas comemorações dos 52 anos do Senador

Ricardo Rodrigues, do Estadão,

16 de setembro de 2007 | 21h34

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) não compareceu à própria festa de aniversário neste domingo, 15, quando adversários e aliados usaram romeiros do Padre Cícero Romão Batista para hostilizar e se confraternizar com Renan na chegada a Murici. Tanto a oposição quanto aliados de Renan teriam fretado ônibus para levar romeiros de Juazeiro do Norte, no Ceará, de volta a cidade.   Lista de favores fizeram Renan se livrar da cassação   Os partidários do senador prepararam a cidade para festejar o aniversário de Renan, que neste domingo completou 52 anos de vida, mas o filho ilustre não apareceu. Ele era esperado para receber a caravana de romeiros, na Praça Padre Cícero, mas frustrou a expectativas dos conterrâneos que torceram pela absolvição dele no Senado. Enquanto isso, opositores afirmaram que "esta praça está cheia para receber os romeiros de Murici e não para receber o senador irresponsável."   A caravana de romeiros patrocinada pelos adversários da família Calheiros chegou primeiro à Praça Padre Cícero, onde moradores da cidade aguardavam o retorno dos parentes e amigos que se deslocaram ao Ceará. Cerca de dez carros, quatro caminhões e dois ônibus traziam a caravana dos adversários, que era liderada por Cardoso Batista, ex-prefeito de Murici e arqui-rival dos Calheiros.   Meia hora depois da chega dos adversários do senador, Renan Filho chegou comandando os romeiros a favor do pai. Ele apenas acenou no carro para as pessoas na praça e foi embora. A ordem de Renan era evitar comemorações e provocações dos adversários.   Cerca de doze ônibus foram mobilizados pelo filho de Renan para levar romeiros para Juazeiros, alguns ônibus da prefeitura e outros fretados. A oposição denunciou que o prefeito deixou os ônibus, que levam os estudantes da cidade para Maceió e da zona rural para a cidade, onde estão as escolas de segurando grau.   No entanto, assessores de Renan Rilho disseram que os ônibus dos estudantes que foram para Juazeiro, foram substituídos por ônibus fretados. Entres os romeiros havia alguns familiares do prefeito, como a avó Maria José, mãe de Verônica Calheiros, e a irmã Nadir, que é tia de Renan Filho.   Elas contaram que em Juazeiro os romeiros de Murici, da caravana do prefeito, comemoraram a absolvição de Renan, na última quarta-feira, no Senado, quando Renan escapou por 40 votos a 35 e seis abstenções. "Nós rezamos muito por ele e pedimos ao Padre Cícero que o ajudasse. Graças a Deus e ao meu padrinho Padre Cícero ele foi inocentado", afirmo Naira Larissa, que estava entre os romeiros.   Para o presidente da Associação dos Municópios de Alagoas, Jarbas Omena (PSDB), a vitória de Renan foi a vitória da democracia. "O Renan ajudou muito Alagoas, com aprovação de emendas para obras importantes. Portanto, não seria interessante para um estado pobre como o nosso se ele perdesse o mandato, conquistado pelo povo", afirmou Jarbas, que é prefeito do município de Messias, vizinho de Murici.  

Mais conteúdo sobre:
Renan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.