Renan e Aldo adotam cautela ao comentar pesquisa

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), foram cautelosos ao analisar o resultado da última pesquisa eleitoral - divulgada nesta quarta-feira pelo Datafolha - que aponta o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na preferência do eleitorado, no primeiro e segundo turnos. Segundo Aldo, a pesquisa é apenas um resultado do momento e as opiniões mudam de acordo com a percepção das pessoas. Além disso, lembrou, o quadro eleitoral está longe de uma definição. "Não teria porque lamentar (o resultado). Mas vejo que a pesquisa deve ser respeitada e celebrada por quem o resultado foi favorável e lamentada por quem foi desfavorável."O presidente do Senado também considerou que a pesquisa está muito longe da eleição. "Muita água vai passar debaixo da ponte", afirmou. Para ele, a pesquisa do Datafolha segue o que os outros institutos estão constatando: que o presidente da República está ganhando popularidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.