Renan diz que oposição tem 'complexo de maioria'

O líder do PMDB, Renan Calheiros (PMDB-AL), ironizou hoje, em discurso na tribuna do plenário, a insistência da oposição em pressionar pela saída de José Sarney (PMDB-AP) da presidência do Senado. Segundo Renan, a oposição, apesar de ser minoria entre os senadores, age como se fosse maioria. Dirigindo-se ao líder do DEM, José Agripino (RN), Renan afirmou: "As coisas chegaram no Senado a este estado, senador, porque a oposição no Senado é única no mundo. A minoria do Senado é a única no mundo com complexo de maioria, e por isso as coisas aqui no Senado chegaram onde estão."

CAROL PIRES, Agencia Estado

06 de agosto de 2009 | 17h39

Renan fez a declaração após ler nota divulgada em um site eletrônico informando que os líderes do PSDB, DEM, PDT e PSOL apresentariam ao plenário do Senado, hoje, um manifesto contra a permanência de Sarney no comando da Casa. O líder do PMDB iniciou seu discurso dirigindo-se a Sarney, que preside a sessão, e afirmando que "a partidarização da crise em nada contribui para solucioná-la" e sim, pelo contrário, "aumenta a temperatura."

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoSarneyRenan Calheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.