Renan diz jamais ter usado cargo em benefício próprio

Ao anunciar a sua licença da presidência do Senado por 45 dias, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) destacou que jamais lançou mão das prerrogativas de presidente em seu benefício ou de quem quer que seja. "A minha trincheira de luta foi sempre a inflexível certeza da inocência, à qual estou convicto que prevalecerá com a verdade, como aconteceu na minha absolvição", disse, referindo-se ao primeiros dos processos no Conselho de Ética, único já julgado.Renan continuou: "O poder é transitório, enquanto a honra é um bem permanente que não sacrifico em nome de nada". O senador afirmou que resistirá firme na sua defesa "honrando a confiança da minha família, do povo de Alagoas, dos meus amigos colegas senadores e daqueles que mesmo sem me conhecer, com seu apoio, mensagens, suas orações, me deram força até agora". E concluiu: "Aguardarei serenamente que a justiça e a verdade prevaleça".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.