Renan discutirá convocação de Bastos com líderes

O presidente do Senado, Renan Calheiros, informou nesta terça-feira que irá conversar com todos os líderes dos partidos no Senado sobre a necessidade de convocar o ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, para dar esclarecimentos sobre as suspeitas de seu envolvimento na violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, o Nildo.Thomaz Bastos depôs semana passada por oito horas na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e tanto o governo quanto seus aliados no Congresso avaliaram que o ministro saiu-se muito bem e eliminou todas as dúvidas que existiam sobre o caso, deixando claro que não teve participação na quebra de sigilo bancário do caseiro.Renan encerrou a ordem do dia do plenário informando que, por falta de acordo, não foram votados os itens que trancam a pauta de votação. Segundo ele, há três medidas provisórias trancando a pauta de votação do plenário do Senado. Outras quatro MPs deverão entrar na pauta do plenário nos próximos dias. Com isso, fica difícil apressar a votação do requerimento de convocação de Thomaz Bastos, como quer o PSDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.