Renan deixa Brasília para se afastar da crise

A bordo de um jatinho da Força Aérea Brasileira, para escapar dos saguões dos aeroportos, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deixou ontem Brasília para se afastar da crise. Longe de seu Estado desde que começou a ser julgado por quebra de decoro, o peemedebista saiu da capital federal em direção a Curitiba, segundo sua assessoria. Da capital paranaense, embarcou para São Paulo, segundo relato de amigos, acompanhado da mulher, Verônica.Juntos, teriam ido a uma exposição de Esther Paula, amiga de Verônica, no bairro do Belém, zona leste. À reportagem, o porteiro da Faculdade Cantareira, onde o evento foi realizado, confirmou a presença do senador no fim da tarde.Interlocutores de Renan afirmaram que ele vai comemorar amanhã o aniversário de 52 anos em Alagoas. Familiares e amigos próximos organizaram um almoço na Fazenda Tapado, em Murici. A expectativa é de que ele volte a Brasília na segunda-feira.As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.