Renan: decisão do PMDB a favor da CPMF foi política

O presidente licenciado do Senado, Renan Calheiros, disse hoje que o fechamento de questão da bancada do PMDB em favor da CPMF representa um gesto político. Ele explicou que a decisão não implica em punição aos senadores que não seguirem a decisão da bancada. Renan afirmou ainda que se absteve para evitar especulações de que estaria fazendo pressão entre os peemedebistas para aprovar a prorrogação da CPMF. Mas assegurou que vai votar a favor.Além de Renan, também se absteve da decisão o senador Pedro Simon. O senador Mão Santa (PI) manifestou-se contra a prorrogação. O líder do PMDB, senador Valdir Raupp, vai fazer um discurso em plenário daqui a pouco para anunciar a posição da bancada e defender, em nome da bancada, a redução progressiva da alíquota da CPMF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.