Relatório mostra denúncias de criminalização de movimentos

Comitiva teve acesso a diversas denúncias e documentos que supostamente comprovariam a criminalização

Agência Brasil

30 de setembro de 2008 | 16h49

A Comissão Especial do Conselho de Defesa da Pessoa Humana, órgão ligado à Secretaria Especial de Direitos Humanos, divulgou nesta terça-feira, 30, relatório parcial sobre denúncias de criminalização de movimentos sociais no Rio Grande do Sul.  O relatório está sendo feito desde a visita da comissão ao estado neste mês de setembro. As atividades foram concentradas em Porto Alegre, Sarandi e Passo Fundo. A comitiva teve acesso a diversas denúncias e documentos que supostamente comprovariam o uso institucional do Estado gaúcho em ações de criminalização e repressão aos movimentos sociais.  A Comissão Especial do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana foi criada e aprovada no dia 12 de agosto deste ano com a missão de diagnosticar e produzir uma análise a respeito da atuação da Brigada Militar gaúcha em situações que envolvem movimentos campesinos, sindicatos de classe e estudantes, entre outros setores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.