Relatório do painel do Senado será entregue dia 10

O senador Roberto Saturnino (PSB-RJ) disse hoje que entrega no próximo dia 10 o relatório com o parecer para a mesa decidir se instaura ou não o processo de cassação dos senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF). O relator do processo destacou que "é muito forte a reação popular" contra os senadores e comentou que pôde observar isso durante o fim de semana no Rio, quando andou pelas ruas. "Todos cobravam rigor", afirmou.Para Saturnino, os senadores que integram o conselho de ética já têm a sua convicção sobre o caso. "A acareação vai servir apenas para confirmar essas convicções", disse ele, certo que o voto de cada um não será alterado nesta quinta-feira.Na opinião de Saturnino, "é inevitável que haja confronto entre os senadores e a ex-diretora da Prodasen Regina Borges durante a acareação. Mas assegurou que qualquer senador poderá interferir no momento em que notar que está havendo pressão contra a funcionária.Segundo Saturnino, em reuniões nesta quarta-feira serão definidos detalhes operacionais da sessão de acareação, inclusive se ela será mesmo realizada na sala da Comissão de Constituição e Justiça, onde funciona o conselho de ética.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.