Relatório da reforma tributária também é adiado

Os governadores Aécio Neves, de Minas Gerais, e Germano Rigotto, do Rio Grande do Sul, anunciaram o adiamento para a próxima quarta-feira, dia 23, da apresentação do relatório do deputado Virgílio Guimarães (PT-MG) sobre a reforma tributária. Rigotto explicou que, embora tenha sido adiada a apresentação do parecer, que estava prevista para a próxima quinta-feira, Rigotto explicitou que o relatório será o definitivo, e não o preliminar, como estava planejado. Com isso, estaria mantido o calendário original da reforma tributária, que prevê a sua votação na Comissão Especial da Câmara até o final deste mês.Aécio Neves afirmou que apesar do adiamento para o dia 23 da apresentação do relatório sobre a proposta de reforma tributária, está mantida para terça-feira, dia 22, a reunião dos governadores com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, para discutir detalhes do texto. "Estamos buscando restabelecer a parceria com o governo federal em defesa das propostas (de reforma tributária e previdenciária)", disse. A governadora do Rio Grande do Norte, Vilma Faria (PSB), também participante do encontro dos representantes de governadores com os ministros José Dirceu (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Previdência), afirmou que os princípios que nortearam a discussão inicial da proposta estão mantidos. "As mudanças (que estão sendo propostas) não ferem os princípios".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.