AE
AE

Relatório contra deputado do castelo será levado ao Conselho

Moreira teria pago contas de sua empresa de segurança com dinheiro recebido pela atividade parlamentar

Agência Brasil

17 de junho de 2009 | 12h27

O relatório do processo contra o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) será apresentado nesta quarta-feira, 17,  ao Conselho de Ética da Câmara. Ele é acusado de uso irregular da verba indenizatória. Moreira teria pago contas de sua empresa de segurança com dinheiro recebido pela atividade parlamentar.

 

Veja Também:

especialPerfil: Quem é Edmar Moreira, dono do castelo

lista Todas as notícias sobre o caso Edmar Moreira

documento Fac-símile: 'Estado' publica matéria sobre o caso em 1993

 

Apesar de não adiantar o conteúdo de seu voto, a expectativa é de que o relator, deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), não absolva o colega e deixe a decisão para o plenário do próprio Conselho de Ética.

 

O processo contra Edmar, também acusado de não declarar à Receita Federal ser dono de um castelo no interior de Minas Gerais, começou sob polêmica no Conselho de Ética. Isso porque o então relator, deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), declarou estar "se lixando" para a opinião pública e, além disso, fazer comentários favoráveis ao acusado.

 

Por causa disso, Moraes acabou deixando a relatoria. Ele chegou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para voltar ao posto, mas teve o pedido rejeitado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.