Relator vota a favor da cassação de Paulinho da Força

O relator do processo contra o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) - o Paulinho da Força -, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), apresentou hoje, no Conselho de Ética da Câmara, voto pela cassação do parlamentar. Paulinho é acusado de envolvimento em um esquema de desvio de verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Se a cassação for aprovada no conselho - o que tornaria o deputado inelegível até 2018 -, ainda terá de ser votada no plenário da Câmara.Paulinho é apontado pela Polícia Federal (PF) como ?beneficiário? da partilha de recursos do banco estatal. Além disso, ele caiu em grampo telefônico discutindo com alvos da Operação Santa Tereza ?formas de desqualificar a investigação?. O fato, à época, foi o suficiente para que o corregedor da Câmara, Inocêncio de Oliveira (PR-PE), pedisse sua cassação. ?Ele não poderia usar o mandato para pressionar A, B ou C. O telefonema foi um momento muito infeliz?, afirmou Oliveira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.