Relator 'que se lixa' pede desculpas e diz que frase foi 'infeliz'

Sérgio Moraes faz sua defesa no Conselho de Ética da Câmara e diz que, para a imprensa, continua se lixando

Luciana Nunes Leal, de O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2009 | 15h49

Ao apresentar seus argumentos para permanecer à frente da relatoria do processo contra o ex-corregedor da Câmara Edmar Moreira (sem partido-MG), o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) pediu desculpas aos colegas pelo "exagero" da declaração de que está  "se lixando" para a opinião pública . "A frase não foi boa, foi acalorada, infeliz", disse Moraes. Mas em outro momento acrescentou "não retiro ela "a palavra" e volto a falar se for necessário".

 

Veja também:

linkRelator que 'se lixa' quer lutar pelo cargo: 'Briga vai ser feia'

linkColeguismo e impunidade dá a deputados garantia de reeleição

som Ouça discurso no plenário da Câmara

especialPerfil: Quem é Edmar Moreira, dono do castelo

 

O relator insistiu nas críticas à imprensa e repetiu o mesmo termo de antes. "Estou me lixando para aquilo que estão escrevendo ou vão escrever", afirmou. O Conselho de Ética está reunido em sessão extraordinária e a tendência é a destituição de Sérgio Moraes e a escolha de um novo relator. Moraes afirmou que não antecipou seu parecer ao dizer que não tem provas para condenar Edmar Moreira e disse que não vai deixar a relatoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.