Relator pede força-tarefa contra conflito agrário no Pará

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito Mista (CPI Mista) da Terra, deputado João Alfredo (PT-CE), pediu hoje, em audiência pública promovida pela comissão, o envio de uma força-tarefa federal para o sul do Pará, para resolver conflitos entre sem-terra e fazendeiros. Ele argumentou que os conflitos na área aumentaram, nas últimas semanas, e que vários sindicalistas e líderes rurais foram incluídos em uma lista de pessoas marcadas para morrer que teria sido distribuída na região. De acordo com o deputado, 419 lideranças rurais já foram assassinadas do final dos anos 70 até hoje, em conflitos rurais. O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, que participa da audiência, disse que o governo sabe diferenciar conflitos rurais de ambientes de violência e não permitirá crimes no campo.Segundo ele, à medida que o governo ampliar sua presença e avançar em programas de assentamento, a situação se normalizará. Rossetto disse ainda esperar, para breve, o fim da greve dos funcionários do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que, segundo ele, está retardando o processo de novos assentamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.