Relator mantém Satiagraha com juiz De Sanctis

O caso Satiagraha permanecerá sob responsabilidade da 6ª Vara Federal, do juiz Fausto de Sanctis, "para a prática de medidas necessárias e urgentes" até que o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região julgue conflito positivo de competência. A decisão é do desembargador Johonsom Di Salvo, relator da ação do conflito. A demanda foi levantada pela juíza da 2ª Vara, Silvia Rocha, que alega ser competente para processar o banqueiro Daniel Dantas, dono do Grupo Opportunity.

AE, Agencia Estado

21 Outubro 2009 | 11h21

Ela argumenta que a Satiagraha teve origem em inquérito que mandou abrir sobre o mensalão - suposto esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Para o advogado Antônio Pitombo, a decisão do desembargador "suspende a Satiagraha até julgamento do conflito de competência".

Mais conteúdo sobre:
Satiagraha TRF Fausto de Sanctis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.