Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Relator lê parecer da reforma política no plenário; votação deve ocorrer na terça

Segundo o relator Vicente Cândido (PT-SP), há um acordo para votar a sua proposta e a que veio do Senado e cria fundo público de financiamento de campanhas

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2017 | 22h15

BRASÍLIA - O deputado Vicente Cândido (PT-SP) começou a ler na noite desta segunda-feira, 2, o relatório do projeto que faz alterações em regras eleitorais.

A votação do projeto, no entanto, deve acontecer somente nesta terça. Segundo o deputado, há um acordo para votar, além do seu texto, o projeto que veio do Senado e cria o fundo público de financiamento de campanhas.

O relator afirmou que há o compromisso do presidente Michel Temer de vetar partes do projeto do Senado que não agradaram aos deputados. Ele afirmou que, por conta disso, incluiu em seu texto artigos relativos ao fundo.

Um dos dispositivos que deve ser vetado é o que trata da distribuição do fundo. Partidos como o PR e PRB já afirmaram que não concordam com esses projetos e devem tentar obstruir a votação.

Para que as novas regras valham nas eleições de 2018, os projetos precisam ser aprovados pelo Congresso até sexta-feira e sancionados até sábado, dia 7. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.