Zeca Ribeiro|Câmara dos Deputados
Zeca Ribeiro|Câmara dos Deputados

Relator do pacote anticorrupção é vaiado no plenário

Hostilidade ocorre quando Onyx Lorenzoni faz apelo para que texto seja votado na próxima semana

Isadora Peron e Daiene Cardoso, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2016 | 14h51

BRASÍLIA - O relator do pacote anticorrupção, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), foi vaiado pelos deputados quando pediu “respeito” ao relatório aprovado pela comissão especial. Em seu discurso, ele fez um apelo para que matéria fosse votada somente na próxima semana de modo que os parlamentares pudessem estudar melhor o texto.

Descontentes com o texto aprovado, líderes da Câmara articulam até mesmo a possibilidade de derrubar o texto no plenário. Eles reclamam que Onyx levou à votação um texto diferente do que o acordado com as bancadas. O pano de fundo, porém, é a tentativa de aprovar medidas que beneficiem a classe política, como a anistia à prática do caixa 2. Os deputados também querem incluir no texto a punição por crime de responsabilidade a magistrados e integrantes do Ministério Público Federal.

Em seu discurso, Onyx disse que era preciso dar tempo para que cada deputado pudesse conhecer a fundo o projeto e tirasse suas próprias conclusões para a hora da votação. “Por favor, racionalidade, por favor, patriotismo, por favor, amor pelo Brasil”, disse o relator, que foi vaiado em seguida.

O relator lembrou que o projeto foi aprovado por unanimidade na comissão e que aprová-lo no plenário seria “respeitar a vontade popular”. “Não podemos dar curso á insanidade, não podemos dar curso ao oportunismo barato, vamos dar curso à dignidade”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Ministério Público Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.