Relator da CPI não vê irregularidades no uso de cartões

O relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões, deputado Luiz Sérgio (PT-RS), não reconhece sequer a existência de irregularidades com o uso do cartão corporativo. Em 139 páginas de relatório, fora os anexos, o deputado petista se refere às irregularidades como "equívocos", "problemas" e "utilização inadequada". O relator aproveitou para listar o nome de cinco ex-ministros do governo Fernando Henrique Cardoso que, segundo Luiz Sérgio, cometeram irregularidades com o uso de recursos das chamadas contas Tipo B. De dois deles, (Raul Jungmann e Francisco Weffort), Luiz Sérgio pede que eles devolvam aos cofres públicos o dinheiro gasto irregularmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.