DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Relator da CPI da Petrobrás sugere convocação de Ministro da Justiça

Luiz Sérgio (PT) apresentou requerimento para ouvir José Eduardo Cardozo, mas resiste a chamar os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e da Secretaria de Comunicação, Edinho Silva, assim como o petista José Dirceu

Daiene Cardoso e Daniel Carvalho, O Estado de S. Paulo

09 de julho de 2015 | 10h31

Brasília - O relator da CPI da Petrobrás, Luiz Sérgio (PT-RJ), incluiu no pacote de requerimentos que vão à votação na manhã desta quinta-feira (9), o pedido de convocação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Diante da pressão da oposição para a convocação de ministros, o petista acabou cedendo para poupar o ex-ministro José Dirceu e os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Edinho Silva (Secretaria de Comunicação Social da Presidência).

Cardozo vem sendo criticado internamente no PT por causa de investigações da Polícia Federal no âmbito das operações Lava Jato e Acrônimo, que envolvem figuras ilustres do partido. O ministro é acusado por petistas de não controlar as investigações e os vazamentos, considerados "seletivos". 

O acordo para convocação de Cardozo foi fechado nas últimas horas, quando o ministro estava em Portugal. Ele deve chegar ao Brasil na tarde desta quinta-feira (9). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.