Relação com PSDB não muda, diz Afif

O vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (DEM), disse hoje, durante a posse dos deputados da Assembleia Legislativa, que a possível saída do prefeito Gilberto Kassab do DEM não representa apenas uma decisão pessoal, mas sim a posição de um grupo.

DAIENE CARDOSO E GUSTAVO URIBE, Agência Estado

15 de março de 2011 | 20h25

De acordo com Afif, independente do futuro político dele e de Kassab, não haverá mudanças na relação com os tucanos de São Paulo. "A aliança com o PSDB permanece", garantiu. "Se a aliança era com o meu grupo político, aonde esse grupo político for a aliança permanecerá".

Aliado de Kassab, Afif disse que há um claro distanciamento dentro do DEM entre os grupos do prefeito e do ex-presidente nacional da legenda, deputado federal Rodrigo Maia (RJ). "E eu participo do grupo político que foi rejeitado", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
PSDBAfifDEMSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.