Regularização eleitoral termina sexta-feira

As pessoas que faltaram nas últimas três eleições e não justificaram a ausência têm até sexta-feira para regularizar a situação com a Justiça Eleitoral. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estão em situação irregular 2.027.533 eleitores. São Paulo é o Estado com maior número de faltosos, com 366.454 pessoas em situação irregular. Em seguida, estão o Rio de Janeiro e Minas Gerais, com 295.437 e 187.509 faltosos, respectivamente. O tribunal avisou que a lista com os nomes dos eleitores que não justificaram a ausência nas últimas três eleições está disponível em todos os cartórios eleitorais do País, e na Internet (http://www.tse.gov.br). O TSE informou a relação de documentos necessários para a regularização do título: documento de identidade, título eleitoral, comprovante de votação e justificativa eleitoral.Além do cancelamento do título, os eleitores em situação irregular estarão sujeitos às seguintes punições: não poder assumir cargo público, tirar passaporte ou carteira de identidade, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial e não poderão receber salário, em caso de funcionário público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.