Celso Júnior/AE
Celso Júnior/AE

Regulamentação da atividade de lobby é medida extremamente necessária, diz Celso de Mello

Ministro do STF destacou que a prática já foi regulamentada em vários países, com a imposição de limitações e sanções para aqueles que eventualmente a exercerem de maneira abusiva

Rafael Moraes Moura e Beatriz Bulla, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2016 | 16h28

BRASÍLIA - Decano do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Celso de Mello disse nesta quinta-feira, 22, que a regulamentação da atividade de lobby é uma "medida extremamente necessária" no Brasil. O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle divulgou nesta quinta-feira o resultado das reuniões do grupo de trabalho criado para propor mudanças à regulamentação do lobby. 

"Vejo que a regulamentação legislativa da atividade de lobby representa uma medida extremamente legítima, necessária porque permite que o desempenho desse ofício se faça à luz do sol de maneira transparente", comentou Celso de Mello.

"A Constituição da República é muito clara ao estabelecer a liberdade de ofício ou a liberdade de profissão, essa é uma cláusula que vem desde a República", completou o ministro.

Celso de Mello destacou que a prática do lobby já foi regulamentada em vários países, entre eles os Estados Unidos, com a imposição de limitações e sanções para aqueles que eventualmente exercerem de maneira abusiva a atividade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.