Registro da Rede ganha terceiro voto contra

O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou na noite desta quinta-feira, 03, pela rejeição do registro de criação do partido Rede. O placar até o momento é 3x0 pelo indeferimento do registro. Antes de Henrique Neves, votaram contra a criação da Rede a relatora do processo Laurita Vaz e o ministro João Otávio de Noronha.

ERICH DECAT, Agência Estado

03 de outubro de 2013 | 21h18

O principal problema apontado pelos ministros é o fato de o partido não ter alcançado o número mínimo de 492 mil assinaturas. Ao todo a legenda conseguiu coletar apenas 442,5 mil apoiamentos.

Para embasar o seu voto, Henrique Neves voltou ao exemplo do Partido Ecológico Nacional (PEN), que teve o seu registro rejeitado em 2011 também pela falta do número mínimo de assinaturas exigidas pela Lei Eleitoral. Após novas coletas de apoiamentos, o PEN foi aprovado pelo TSE, mas apenas em junho de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
redetsehenrique neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.