Reformas devem tramitar rapidamente, diz líder do PT

O líder do PT na Câmara, Nelson Pellegrino (BA), afirmou, após a reunião com os líderes aliados e o líder do governo na Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que houve consenso de que as propostas de reformas constitucionais devem tramitar rapidamente na Câmara. Segundo ele, cada partido vai trabalhar em sua bancada. Hoje à noite, o PT reúne os deputados da bancada para debater as reformas. O líder confirmou que serão mantidos os relatores das comissões especiais José Pimentel (CE), da previdenciária, e Virgílio Guimarães (MG), da tributária. O PSB também marcou reunião da bancada para hoje à noite, segundo informou o líder Eduardo Campos (PE). Amanhã a bancada do PSB vai debater as reformas com os governadores do partido. LiberdadeO vice-líder do PDT, Doutor Helio (SP), presente na reunião entre os líderes aliados e o governo, afirmou que o fato de a direção nacional ter fechado questão a favor da contribuição dos funcionários públicos inativos não impede que a bancada na Câmara tenha liberdade para debater a reforma. Segundo ele, a reforma previdenciária é mais abrangente que o item da contribuição dos inativos. "A bancada do PDT tem de seguir a direção nacional. Mas não há impedimento que ela debata e discuta a reforma da previdência," disse. Ele ressaltou que a base aliada está discutindo aspectos favoráveis da reforma. Citou, por exemplo, a elevação do teto de aposentadoria para os benefícios do regime geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.