Reforma eleitoral começa a ser votada nesta semana

Proposta libera a campanha na internet, regulamenta a pré-campanha e legaliza reuniões em recintos fechados

Agência Brasil,

06 de julho de 2009 | 13h18

Começa a ser votada nesta semana a reforma eleitoral. A proposta tramita em regime de urgência e estabelece regras de campanha que já devem começar a valer nas eleições do ano que vem.

 

A proposta libera a campanha na internet, regulamenta a pré-campanha e legaliza reuniões em recintos fechados, entrevistas jornalísticas e as prévias eleitorais.

 

O projeto também estabelece espaço de quatro metros quadrados para propaganda visual dos candidatos, proíbe a comercialização de espaços privados para propaganda, limita a dez o número de anúncios do candidato por veículo de comunicação no período e libera cavaletes móveis com até quatro metros quadrados para uso das 6 horas às 22 horas.

 

Se for aprovado, o projeto também vai estabelecer mudanças na hora de votar, quando o eleitor deverá apresentar um documento de identidade com foto junto com o título e no voto eletrônico, que passará a ser também impresso.

Tudo o que sabemos sobre:
Reforma eleitoral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.